Itaúna, quinta-feira, 14 de dezembro de 2017 às 12:51:58

Doze projetos são aprovados na Câmara

Treze projetos estavam na pauta para votação na reunião da Câmara de terça-feira. Doze foram votados e aprovados e o projeto de autoria do vereador Hudson Bernardes, que pretende beneficiar os servidores municipais com o desconto de 50% em estabele-cimentos que promovam lazer, entretenimento e estimulem a difusão cultural, sofreu pedido de vista do próprio vereador, por estar aguardando algumas informações técnicas.

Única polêmica

O único projeto que teve muita discussão foi o do Executivo que prevê abertura de crédito especial, até o limite de R$ 25.000,00 (vinte e cinco mil reais), no orçamento para fins de repasse financeiro à Câmara de Dirigentes Lojistas de Itaúna – CDL visando a copartici-pação na decoração de Natal da Praça da Matriz.

O projeto foi aprovado, mas teve votos contrários dos vereadores Alexandre Campos,Otacília Barbosa e Márcia Cristina e abstenção do vereador Da Lua. Eles exaltaram o espírito natalino e o aquecimento das compras, mas foram contra a despesa.

O vereador Alexandre salientou que a Prefeitura já cedia a mão de obra e que a mudança de local da árvore de Natal gerou mais custos.

A vereadora Otacília ressaltou que podiam ter sido feitas outras parcerias. Já Márcia Cristina lembrou a necessidade de reforma de PSF´s, onde poderia ser aplicado o dinheiro.

O vereador Toinzinho também falou que os recursos podiam ser aplicados em outras áreas, como segurança, mas votou a favor do projeto.

Redação final

Aprovada a redação final do projeto estimando a receita total e fixando a despesa do município em 2018 em valores iguais a R$ 339.436.000,00 (trezentos e trinta e nove milhões, quatrocentos e trinta e seis mil reais), compreendidos os orçamentos da Administração Direta, Serviço Autônomo de Água e Esgoto – SAAE e IMP.

Também foi aprovada a lei que institui o Plano Plurianu-al de Ação Governamental no município de Itaúna, para o período de 2018-2021.

Importante

Outro projeto importante do Executivo aprovado foi o de criação no Município de Itaúna do Serviço de Inspeção Municipal - SIM, para inspeção e fiscalização sanitária para a industrialização, o beneficiamento e a comerciali-zação de produtos de origem animal.

Na Participação Popular, o produtor rural José Eustáquio de Morais fez um protesto indignado sobre o fechamento do matadouro municipal, obrigando o envio dos animais para abate em Cajuru.

O vereador e presidente da Câmara Marcinho Hakuna disse ao José Eustáquio que a indignação era deles também e que medidas estavam sendo tomadas para sanar a situação, entre elas, a aprovação do projeto da criação do Serviço de Inspeção Municipal.

Veja mais