Itaúna, terça-feira, 08 de agosto de 2017 às 15:44:57

Polícia Civil apresenta suspeitos de assassinar um corretor de imóveis em janeiro

Depois de sete meses de investigações, a Polícia Civil de Itaúna prendeu na tarde de sexta-feira (4) três suspeitos de assassinar o corretor de imóveis Ernane Gomes, de 39 anos, em janeiro. Foram presos uma mulher e dois homens, identificados como Grace Kelly Rezende de Andrade., Júlio Silva e Maxwel Estefânio Pereira Campos. Uma coletiva de imprensa foi realizada na manhã de terça-feira pelo delegado Diego Lopes, responsável pelo caso, quando foram apresentados os suspeitos. Segundo o Dr. Diego, o crime teve resquícios de violência. Ernane estava com uma faca alojada na região lombar e uma camisa enrolada no pescoço. Ainda não se sabe a motivação do crime.

 

RELEMBRE O CASO Na manhã de 19 de janeiro a Polícia Militar recebeu a denúncia de um carro abandonado na Rua Manoel Ribeiro, próximo a empresa Intercast, em Itaúna. No local os militares se depararam com o veículo com manchas de sangue nos bancos e com um porrete também ensanguentado no porta-malas.

 

O proprietário do carro era o corretor de imóveis Ernane Gomes, que estava desaparecido desde as 17h30 do dia anterior, quando saiu de sua corretora de imóveis no Centro de Itaúna. O sócio de Ernane relatou ter pago ao sócio em 18 de janeiro a quantia de R$ 2 mil , referente a comissão de negócios que realizaram.

 

O corpo do corretor foi localizado no povoado de Pedra Negra, zona rural de Itaúna, em 20 de janeiro, depois de uma denúncia anônima à PM.

Veja mais