Itaúna, quarta-feira, 04 de outubro de 2017 às 12:13:01

Vereadores cobram do Executivo projeto do Plano Diretor e manuntenção das estradas rurais

Outros temas debatidos na reunião de terça-feira

Com somente dois projetos na pauta de votação, a reunião da Câmara ficou mais centrada na reivindicação de vereadores junto à administração municipal, principalmente sobre a manutenção das estradas rurais e o envio do projeto do Plano Diretor para discussão dos vereadores.

 

Proibição para “ferros velhos” e similares

Foi aprovado por unanimidade o projeto do vereador Alexandre Campos que proíbe a aquisição e estoque de próprios públicos por parte de "ferros-velhos" e estabelecimentos similares, como tampas de bueiros, fios de cobre de telefonia energia elétrica, hidrômetros, grades de proteção de bocas de lobo e outros, oriundos de empresas públicas ou concessionárias.

A intenção é barrar o ciclo transgressor no receptador, ou seja, nos estabelecimentos comerciais que adquiram ou mantenham em depósito tais materiais, que apresentam componentes valiosos, cuja retirada causa danos a milhares de pessoas e, por vezes, pode causar sérios danos ao meio ambiente.

 

O Plano Diretor

Os vereadores Toinzinho e Alexandre Campos pediram agilidade no envio do projeto do Plano Diretor para ser votado.

O vereador Alexandre Campos salientou ao presidente da Câmara que só teriam mais dez sessões até o final do ano e se ele tinha previsão do envio do projeto, para que os vereadores pudessem discutir com amplitude e fazer emendas.

O presidente Marcinho Hakuna respondeu que seriam três sessões para votar e que solicitou uma minuta do projeto para ser entregue a ele, à Gláucia e a outros vereadores que pediram.Marcinho salientou que “os pensamentos parece que estão alinhados” e que o projeto já ia chegar com adequações e já adiantado, para que a tramitação fosse mais rápida.

Alexandre insistiu se não seria melhor formalizar a solicitação dos vereadores para este envio mais rápido, para que os vereadores tivessem mais prazo para discussão.

 

As estradas rurais

Foram muitos os questionamentos sobre a precariedade em que estão as estradas rurais. O primeiro a fazer questionamento foi o vereador Anselmo, que falou da dificuldade enfrentada pelo pessoal que precisa vir para hemodiálise. O vereador Giordane lembrou a importância das estradas bem conservadas para o transporte escolar.

O vereador Silvano, que sempre tem abordado o assunto, lembrou que tem muitos motoristas e operadores de máquinas na prefeitura e pediu que fosse criada uma frente de trabalho “Estamos brigando pelos moradores e produtores da zona rural”, salientou.

O vereador Alexandre Campos lembrou que a manutenção das estradas rurais era muito importante também para a economia do município, com o escoamento da produção rural.

A vereadora Márcia Cristina pediu que fosse feito um cronograma de serviço e alertou para a época das chuvas.

O líder do prefeito, Hudson Bernardes sugeriu que os vereadores apontassem os pontos específicos que necessitam de manutenção, para ele “correr atrás”.

Castração de Animais e Hemoninas

A vereadora Gláucia Santiago comunicou que o caminhão da castração de animais vai chegar em Itaúna dia 6 de novembro e que a castração será realizada de 07 a 09, sendo castrados de 40 a 50 animais por dia. O trabalho será feito em parceria com a Aida - Associação de Defesa Ambiental e Animal.

Gláucia anunciou, também , a vinda da Hemominas a Itaúna no dia 11 de novembro para coleta de sangue, numa parceria do DA de Medicina com o Terço da Praça da Estação. A coleta vai ser feita na Escola Dr. Augusto Gonçalves.

A vereadora Gláucia também solicitou guaritas nos pontos de ônibus e falou que está olhando novamente o caminhão de mamografia para Itaúna.

 

Toinzinho quer informações sobre conclusão da ETE

O vereador Toinzinho usou a tribuna para falar sobre a ETE - Estação de Tratamento do Esgoto. Ele disse estranhar que num primeiro pregão feito em 2016 pelo SAAE para as obras de conclusão da ETE, o valor apurado foi de R$ 946 mil e que no segundo pregão feito agora pela atual administração, tinha passado para R$ 1 milhão e oitocentos mil. Ele disse que estava entrando com pedido de informação sobre o assunto, assinado por 10 vereadores, e lembrou que na administração osmandista tinham conseguido R$ 14 milhões a fundo perdido, devido ao Deputado Saraiva Felipe, que abriu para eles as portas do Ministério das Cidades. Ele ainda falou que deixaram em caixa R$ 11 milhões para conclusão da ETE.

 

Otacília alerta para gastos com pessoal

A vereadora Otacília alertou para os gastos do Prefeito Neider com pessoal, que já extrapola o limite prudencial.

 

Venda de flores

O comerciante Jesus de Castro usou o expediente da Participação Popular para cobrar do Prefeito Neider promessa de campanha que fez a ele, de que proibiria o comércio de flores na Praça da Matriz, o que prejudica em demasia os comerciantes que aqui pagam seus impostos. Jesus disse que esteve com o Fernando Franco e ele falou que não estava sabendo disto. Jesus questionou: “um vice-Prefeito que não sabe o que está acontecendo na cidade”? “O Prefeito está pisando na bola”, finalizou.

 

 

Veja mais